quinta-feira, junho 21, 2007

Lá e cá de novo! Parte 1

Voltei! Viajar é muito divertido. Quebrar a rotina com o que é rotina para outros realmente acorda os nossos sentidos para o que virou rotina.
Vou dividir em pedaços esse relato, para não perder detalhes (os sórdidos ficarão para o buteco, sinto muito) da viagem que foi de veras proveitosa.

*****

Passeei pela casa de meus pais antes de ir para o aeroporto encontrar com a parceira da viagem à gênesis do Haróculo. O encontro aconteceu sem problemas, assim como a visita a meus pais. Como o casamento da minha irmã foi recente (e impecável diga-se de passagem) haviam toneladas de doces na casa de meus pais, visando a manutenção da minha vida lá vai eu levar um pouco para a formiguinha.
Seguimos felizes para o aeroporto nos confins da enorme BH (trocadalhos do carilho!).
Visando um post interessante e cheio de mistério para quando eu retornasse, planejo um problema que me impossibilitaria de seguir viagem. O problema foi que [essa parte fica para o buteco, e se você me pagar uma cerva eu ainda conto como solucionei]. A Zânia seguiu para o avião sem mim, e depois de muitos minutos de tensão (considerei pegar ônibus para SP) eu sou o último a entrar no avião, na mesma fileira do Dadá Maravilha (O_o).
Uma pequena confissão aqui: não fico confortável em aviões, a mão sua, fico desconfortável. Nesse momento fico apreensivo e com cara de "não tô bem". Nessa hora se uma amiga oferece a mão para te acolher você aceitaria? A partir daquele dia eu não aceito mais, fiquei ouvindo a viagem inteira que "implorei para segurar a mão da Tia Zânia", aaahhh catar coquinho!
Quando chegamos no aeroporto de sampa, malas descarregadas seguimos sem grandes problemas para a casa da Carol, nossa anfitriã.

Continua em breve...

*****

O mundo não me apresenta desafios agora!
Consegui trocar o meu chuveiro!

15 comentários:

Cacau disse...

Ponte que partiu!!!!!!
Vc quer matar sua amiga de curiosidade?? Eu pago a cerveja mas quero saber de todos os probleminhas de aerporto (amo essa vida de turismóloga metida a administradora!).

A pergunta nº 1 que não quer calar:

" - Te deu vontade de vomitar dentro do avião?"

A pergunta nº 2 que não quer calar:

"-Oka, vc trocou o chuveiro, MAS ELE FUNCIONOU???"

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijus!!!!!

Taissa disse...

Haroldex! Que bom ler seu blog de quando em vez. Eu vou viajar de avião amanhã, e já começo com o frio na espinha AGORA!! Mas se o Dadá sentar na minha fileira, ficaria feliz, feliz. Realmente, que cois mais inusitada, hein?!

Bjundas

zania disse...

Ô paulistinha, larga de ser injusto. Zuei q fiquei segurando sua mão, não falei q vc implorou pra segurar. Ainda confirmei qdo disse q eu ofereci a mão e vc aceitou s/ pensar 2 vezes. Foi até bom ter tirado onda c/ sua cara, pq na volta vc não teve problema algum, superou seu medo. :D

zania disse...

Outra coisa, desde qdo represento perigo pra vida de alguém? Pensei q levou os doces pq sabe q sou louca por eles ...

Cacau disse...

A proposito, kd meus docinhus do casamento de maninha??
Arrassaaadaaa..Garanto que Peter e Ana foram convidados e ainda ganharam docinhus...
Credu!
:(

Haróculo disse...

Aeh! Minhas entranhas continuaram nos seus respectivos lugares! O estômago embrulha um pouco, mas não me foi entregue de presente.
Chuveiro funcionou. De primeira, ninguem morreu nem foi queimado vivo (ou morto).
Compartilho do seu temor Taissa, sugiro ficar lendo uma revista.
Ehhh Zânia é brincadeira, mas que vc me zuou, ah zuou :D. E vc contou um spoiler das últimas partes da série Zânia!!! :P
Eh... Claro Zânia, o que vc quiser.
Sobre os doces Cacau, não convidei você, nem Pedro nem Ana, perdeu a aposta, porque o casamento era da minha irmã e como tal, contava com a presença dos amigos e parentes dela.

zania disse...

Ops, foi mal... Esqueci q vc está narrando por partes. :)

Ana disse...

Ops! Meu nome e docinhos citados na mesma frase duas vezes???
Não, Cacauzinha, deixa que quando o Harold casar ele convida nóis, tá? E com docinhos!

Harold, pergunta crucial de uma amante-de-são-paulo para um recém-visitante: você foi no liberdade? no bexiga? no bairro grego que eu não sei o nome?

CLAUDIA disse...

Rs, amiga Anita linda, não podia perder a chance de dar um piti de ciumes por causa dos docinhos...rs...
A citação de seu nome e de mr Peter foi meramente ilustrativa, e no casamento do Harold, haverá semanas e semanas de festa, com muito vinho, comes e doçinhus só prá gente!!!!! rs...
beijus

Haróculo disse...

Uepaaa! Não fui aos pontos clássicos de turismo de São Paulo, fui a programas off-road. Tava com tanta saudade de ver a terrinha que me embriaguei de memórias da infância. Numa próxima visita menos afobada pretendo visitar esses lugares tradicionais.
Caaau, no dia do meu casamento começará uma chuva que durará 40 dias e 40 noites de doces, vinho e kátia!

Ana disse...

Eu quero docinhos!!!

Mas não posso. Tô oficialmente de dieta até perder 7 quilos e ficar igual à Priscila Fantin, que aquela mulher tá um arraso.

Docinho agora só trident de menta pra disfarçar!

Ana disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Babi disse...

Saudade de você, moço!

CLAUDIA disse...

A Ana tá caçando ficar anorexica...A mulher de frente tá de lado e de lado ela some e vem com esse papo de perder 7kgs... Vou ter uma conversa seríssima com Mr Rizzottus...
Amoooooo chuva de doces, katia e vinho...Tá certo que todo mundo vai ficar bêbado e melado mas tá valendo!!!!!

Patrícia Souza (Tiça) disse...

ow... essa historia d katia tá pegando mal, hein kau??? hehe
tb kero doces!!!!!!!
nao cheguei a ver a priscila fantini, mas se pra ter umas pernas iguais a da ivete tivesse q dar um tempo no chocolate, assumo uma dieta sem pensar 2 vezes!!!