segunda-feira, março 26, 2007

Brilho eterno de uma mente sem lembranças

Há um certo tempo atrás, nesse mesmo blog que agora você lê, me foi recomendado alguns filmes.
Um deles eu aluguel nesse fim de semana "Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças", não li a descrição do filme nem críticas, exceto a de meus amigos. Só sabia que o filme tinha o Jim Carrey e que era muito bem recomendado.
(Licença para as pessoas mais sensíveis a palavras de baixo calão)
p'taqueupariu! Gostei demais do filme. Uma idéia criativa bem executada por um repertório bem respeitável de atores. Ao contrário dos filmes que normalmente gosto, esse não me fez ver um novo enfoque para a vida, não mexeu com minha cabeça ao estraçalhar valores pré-concebidos, nem nada do gênero.
Ele simplesmente teve a manha de falar o que já é conhecido de maneira a não passar despercebido. Colocaram personagens reais, (o que não quer dizer que sejam comuns) sem as fantastias clássicas, idealistas e entediantes da maioria dos demais filmes românticos, numa situação real pontuada por um elemento de forte ficção. Esse elemento serviu apenasde plano de fundo, algo como "imagine que fosse possível" (Num filme de ficção científica gastariam 40 minutos tentando dar uma explicação que parecesse plausível para o processo).
E pronto, está feito um excelente filme. Propago a recomendação e agradeço a quem me recomendou.

2 comentários:

Maria Bonita disse...

de nada!

=O)

Haróculo disse...

:D.
Dona Maria e casa noooova, toda chique :D